Total de visualizações de página

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

DR. CARLOS ALBERTO CONVIDA PARA O LANÇAMENTO DO SEU LIVRO "SALVANDO VIDAS - Drama e Esperança nas ruas do Rio de Janeiro"

 

O Dr. Carlos Alberto convida os seus amigos para o lançamento do livro de sua autoria, intitulado "SALVANDO VIDAS - Drama e Esperança nas ruas do Rio de Janeiro", editado pela Manticore Editora -http://www.manticore.com.br/ .
 
O evento ocorrerá no próximo dia 18 de outubro, 5a feira, no Salão Nobre da ALERJ - Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, das 17 as 21 horas.
 
O livro, com 300 páginas e 40 capítulos, mais um anexo com os depoimentos dos cadeirantes de como se acidentaram, que integram a Operação Lei Seca, política pública chancelada pelo governador do Estado, constitui-se no "passo a passo" da mesma, desde o seu início, em 19 de março de 2009, ate os dias de hoje, que vem salvando milhares de vidas nos acidentes de trânsito (mais de 6 mil) e esclarece uma série de dúvidas dos cidadãos, tais como: Quanto você pode beber? quais são os graus de alcoolemia? como são escolhidos os locais das blitzes? bombons licorosos e enxaguantes bucais acusam no bafômetro? e o pseudo princípio constitucional de que "ninguém é obrigado a produzir prova contra si mesmo? Os bafômetros são confiáveis? e a questão do twitter? qual o tratamento dado as "carteiradas" e as tentativas de suborno? quais os resultados alcançados? 
 
O Dr. Carlos Alberto agradece, antecipadamente, a presença de todos, oportunidade em que terá o prazer de rever muitos dos seus amigos dos quais tem muitas saudades e que a turbulência da vida não permite que estejam próximos no dia a dia.   

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

DR. CARLOS ALBERTO DIVULGA RESULTADOS POSITIVOS DA OPERAÇÃO LEI SECA NO FERIADÃO DE 7 DE SETEMBRO

O Dr. Carlos Alberto divulgou, ontem, no Programa do Francisco Barbosa, na Rádio Tupi, os resultados positivos da Operação Lei Seca no feriadão de 7 de setembro (de 6 a 9 de setembro de 2012). Nesse período foram abordados 5.135 veículos; 1.292 foram multados; 212 foram rebocados; 548 carteiras de habilitação foram recolhidas; 3.887 condutores fizeram o teste com etilômetro; 618 se recusaram a fazer o teste; 75,3% dos 5.135 condutores que foram abordados não tinham nehum grau de alcoolemia. No feriado da Independência de 2012 ocorreram 63 acidentes de trânsito nas estradas estaduais que dão acesso ao Rio; 8 pessoas morreram e 45 ficaram feridas. Em relação ao mesmo período de 2011, houve uma queda de 66% no múmero de acidentes e de 42% no múmero de mortos. "Há 3 anos e meio, os integrantes da Operação Lei Seca, todos os dias da semana, vem trabalhando, incessantemente, para reduzir os acidntes de trânsito em nosso estado. Tenho muito orgulho, no bom sentido da palavra, em ter formulado essa política pública e ter podido formar equipes que, em muitas oportunidades, colocam as suas vidas em risco para salvar a de seus semelhantes. Reitero os meus efusivos cumprimentos aos meus queridos INTRÉPIDOS GUERREIROS DAS MADRUGADAS."

terça-feira, 11 de setembro de 2012

DR. CARLOS ALBERTO DEFENDE TAXISTAS NO PROGRAMA DO FRANCISCO BARBOSA NA RÁDIO TUPI

 
O Dr. Carlos Alberto, participando hoje do Programa de Debates do Francisco Barbosa, ao ouvir o jornalista Pedro Costa (Pedrão), que usa como refrão "o bicho vai pegar", entrevistar vários taxistas que vem sendo multados insistentemente pela Guarda Municipal do Rio de Janeiro, em razão de pararem para deixar e pegar passageiros, pediu ao apresentador Francisco Barbosa para elogiar o Pedrão pela matéria realizada na Tijuca, lamentando que a Guarda Municipal venha assim procedendo em contraposição ao prefeito Eduardo Paes e o Secretário Municipal de Transportes, Alexandre Sansão, que vem atendendo as necessidades dos taxistas, inclusive com a recente sanção, pelo prefeito, da Lei que autoriza as transferências de permissões cassadas para os taxistas auxiliares e viúvas daqueles que faleceram. O Dr. Carlos Alberto saiu em defesa dos taxistas, dizendo que esses profissionais precisam ser mais respeitados, porque eles serão os nossos cartões de visitas nos grandes eventos que o Rio deverá receber em 2013, 2014 e 2016, tais como: Copa da Confederações; Encontro Mundial de Jovens; Campeonato Mundial de Judô; Copa do Mundo e Olimpíadas. "Quem quer ser respeitado tem que respeitar". A Guarda Municipal não pode dar esse tratamento aos taxistas que prestam um serviço de utilidade pública e estão trabalhando. Os passageiros vão saltar de paraquedas?, finalizou o Dr. Carlos Alberto.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Dr. CARLOS ALBERTO RECEBE CADEIRANTE NO PALÁCIO GUANABARA QUE DEMONSTRA INTERESSE EM TRABALHAR NA OPERAÇÃO LEI SECA


O Dr. Carlos Alberto recebeu em seu gabinete no Palácio Guanabara a cadeirante Sandra Soares que lhe escreveu uma carta contando a sua história de vida e solicitando uma oportunidade de trabalhar na Operação Lei Seca. Segundo o Dr. Carlos Alberto, Sandra é uma vencedora, porque depois de ter tido uma doença grave em sua infância que a deixou com dificulddes de locomoção; ainda jovem, foi atropelada por um motorista que invadiu uma festa que estava sendo realizada em uma rua, tendo que ficar numa cadeira de rodas, e, posteriormente teve ainda que vencer um câncer. "Com o tenho dito, essas pessoas nos dão lições de vida todos os dias, porque nós que nos consideramos "normais", quando temos qualquer dorzinha de cabeça ficamos de mau com o mundo, achamos que Deus nos abandonou, reclamamos da vida, enquanto elas, ainda com os problemas que tem, trabalham, se divertem, constituem família, mostrando-nos que nada é impossível quando acreditamos em nós mesmos e em Deus. São seres humanos extraordinários. Meu aprendizado com os cadeirantes da Operação Lei Seca, ao longo de 2 anos, me fez entender que a vida é para ser vivida como ela é. Por essa e outras razões que no meu livro "SALVANDO VIDAS - Drama e Esperança nas ruas do Rio", com 40 capítulos e 300 páginas, que deverei estar lançando nos próximos 30 dias, dedico um capítulo especial aos cadeirantes e presto uma singela homenagem aos mesmos, para que sirvam de exemplo, sobretudo para as empresas, que os 45 milhões de deficientes brasisleiros, podem, SIM, trabalhar e viver com dignidade e cidadania."

DR. CARLOS ALBERTO ALERTA PARA O PERIGO DE BEBER E DIRIGIR

video
 
SE IMPLANTASSEMOS ISSO NAS CONTAS DOS NOSSOS BARES, NÃO PARA COBRAR, EVIDENTEMENTE, MAS PARA ALERTAR, SERIA MUITO BOM...